sábado, 23 de julho de 2011

"Nosso mundo da separação, da dispersão, da finitude, significa também o mundo da atração, do reencontro, da exaltação. [...] O estado poético nos transporta através da loucura e da sabedoria, e para além delas..."
                  Edgar Morin. In: Amor, poesia, sabedoria, 1998.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário